10 tratamentos para combater a flacidez da pele indicados por dermatologista

10 tratamentos para combater a flacidez da pele indicados por dermatologista

Leia também: Flacidez tratamentos

Para eliminar a flacidez: peeling químico, radiofrequência, carboxiterapia e massagem modeladora são alguns tratamentos que melhoram a textura da pele
8 FOTOS INICIAR O SLIDESHOW
Para eliminar a flacidez: peeling químico, radiofrequência, carboxiterapia e massagem modeladora são alguns tratamentos que melhoram a textura da pele
Flacidez da pele é algo inevitável com a idade, a gente sabe! Mas e quando é possível melhorar o aspecto flácido com tratamentos e alguns hábitos saudáveis? O Purepeople conversou com a dermatologista Larissa Viana, integrante da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), para saber os melhores tratamentos para tratar a flacidez da pele: peeling químico, radiofrequência, carboxiterapia, massagem modeladora e, claro, os cremes com ativos rejuvenescedores são os principais. Vem conferir a lista!
Tratar a flacidez da pele é praticamente um assunto em comum nas rodas de conversa entre as mulheres: por isso, as novidades do mundo da beleza para rejuvenescimento do rosto e do corpo não param! Para cuidar do temido bigode chinês ao redor dos lábios, das rugas que aparecem ao redor dos olhos ou dar um chega pra lá na flacidez das pernas, a dermatologista Larissa Viana indica, antes de tudo, pratica bons hábitos, principalmente ao tomar sol. “O sol afeta a produção de colágeno e a elasticidade de sua pele, além de ser um grande vilão quando o assunto é câncer de pele”. A dica é tomar banhos de sol nos horários mais amenos e passar protetor solar nas áreas que ficam muito expostas como rosto, braços, pernas e pescoço. Outro hábito que pode antecipar a flacidez é o banho quente. “Ficar embaixo do chuveiro com a água fervendo pode ser muito confortável, mas se sua pele pudesse falar, ela discordaria. A água quente agride a pele e impede a produção do colágeno, o que acaba por deixa-la mais flácida”, explica. Agora, se a flacidez já deu as temidas boas-vindas, veja 10 opções de tratamentos abaixo!

1 – REPOSIÇÃO DE COLÁGENO COM SUPLEMENTOS NATURAIS
Para combater a flacidez do rosto e do corpo mais rápido, a dica da dermatologista é repor o colágeno através de uma alimentação saudável e suplementos naturais. “Esses produtos orgânicos vão ajudar a manter a beleza de sua pele intacta e evitar o envelhecimento precoce”, explica a dermatologista, que também deu dicas de alimentos que não podem faltar na dieta. “Gelatina, Vitaminas C, E e A, Proteínas, Fibras, Abacate, aveia e arroz integral. Entre as coisas a evitar, estão refrigerantes, bebidas alcoólicas, fast foods e doces”, aconselha.

2 – CREMES ANTI-IDADE: RETINOL, ÁCIDO GLICÓLICO E ELASTINA MELHORAM FLACIDEZ DO ROSTO
Por ser mais fina, a pele do rosto logo denuncia a flacidez. Por isso, a dermatologista indica cremes anti-idade com ativos rejuvenescedores: além de práticos, os cremes também hidratam e deixam a pele mais macia. “Os produtos mais indicados são os que contêm DMAE ou dimetilaminoetanol. Ele é um importante antioxidante que atua na membrana plasmática celular, de modo a combater de forma eficaz a flacidez e também melhorando a saúde externa da pele, com resultados imediatos e também duradouros. Cremes com DMAE ajudam a aumentar a produção de colágeno e, quando absorvidos corretamente, atuam diretamente no músculo sob a pele, aumentando o tônus com efeito tensor, melhorando a aparência”, indica a profissional. Outros ativos que podem ser encontrados em cremes contra a flacidez, segundo Larissa, são o Triac, o Retinol, a cafeína, a elastina, o silício, o ácido glicólico, kigeline e hialuronidase.

3 – MASSAGENS: MODELADORA E DRENAGEM LINFÁTICA SÃO OPÇÕES PARA FLACIDEZ
Além de aliviar a tensão e o estresse, as massagens também ajudam a combater a flacidez da pele. “A drenagem linfática e a massagem modeladora são dois exemplos de massagem contra a flacidez que ajudam a eliminar toxinas, diminuir a inflamação e melhorar a circulação. A drenagem linfática ajuda a reduzir o inchaço e estimular o sistema linfático, facilitando a eliminação de toxinas e diminuindo a retenção de líquidos”, explica Larissa. Já a massagem modeladora, segundo a especialista, é mais intensa porque estimula a circulação e tonifica a musculatura.

4 – PEELING QUÍMICO MELHORA TECIDO E TEXTURA DA PELE
O peeling é uma das melhores indicações de tratamento para flacidez no rosto: ele renova as células e elimina as células mortas. “Para que isso aconteça, é aplicada uma solução cremosa na área desejada que cuidará exatamente dessa organização em remover as camadas danificadas da pele. A solução será escolhida de acordo com a análise do médico sobre as necessidades do paciente”, explica a dermatologista, que citou as vantagens do peeling. “Funciona bem em qualquer processo regenerativo, já que trabalha com a melhora da pele, sua textura e tecido, pequenas rugas e cicatrizes, além de manchas”. A dica da especialista é evitar fazer o peeling se você faz outro tipo de tratamento na pele ou tem leões ou inflamações na área.

5 – RADIOFREQUÊNCIA: ‘TRABALHA DIRETAMENTE CONTRA FLACIDEZ’
A rádiofrequência é uma técnica que trabalha com a emissão de correntes de alta frequência sob a pele da área desejada, fazendo com que esse contato gere calor e estimule o tecido na produção de substâncias como o colágeno. “Trabalha diretamente contra flacidez e celulite melhorando a remodelação da área desejada, sendo muito útil no processo de redução de rugas e linhas de expressão, acnes e estrias. Para auxiliar o procedimento, aplica-se um gel sob a pele e com o auxílio de um equipamento conhecido como transdutor, as correntes são aplicadas com o objetivo de transmitir calor sobre a área”, explicou Larissa. A dica da dermatologista é que grávidas e pessoas com diabetes e hipertensão evitem fazer o tratamento.

6 – CARBOXITERAPIA MELHORA FLACIDEZ COM INJEÇÃO DE CO2
A Carboxiterapia é um tratamento que elimina não só a flacidez, como também celulite, gordura localizada e até mesmo olheiras, já que renova o tecido da pele por meio da provocação de uma lesão. “O tratamento consiste na aplicação injetada de CO2 na pele, que desencadeia um processo que faz com que as células produzam colágeno e elastina naquela área. O gás carbônico possui essa capacidade da quebra de células adiposas e renovação das mesmas através da nova configuração organizacional e aumento do colágeno, fundamental para a tonificação da pele”, explica a profissional. Para quem está grávida ou tem qualquer tipo de alergia, lesão ou infecção, é melhor evitar.

7 – IONTOFORESE MELHORA A FLACIDEZ DE DENTRO PARA FORA
Você já ouviu falar na iontoforese? É um tratamento indolor, que acontece totalmente sob a pele, mas que não é evasivo. Por isso, tem sido bastante atrativo para muitas pessoas, segundo a dermatologista. “Acontece sob a pele, através de uma corrente com fluxo constante de elétrons que começa e termina através de dois eletrodos comuns. Para auxiliar esse processo, uma substância com composição estudada e produzida é colocada sob a região onde a corrente será aplicada, com a corrente elétrica é que essa substância se introduz a pele, sem a necessidade de qualquer injeção”, explica a profissional. O tratamento é contraindicado para pessoas que têm problemas circulatórios, lesão na área desejada e diabetes.

8 – MICROCORRENTE ELIMINA FLACIDEZ ATIVANDO AS CÉLULAS DA PELE
A microcorrente é uma técnica parecida com a iontoforese, mas utiliza-se correntes menores. “Essas microcorrentes são menos intensas que as correntes habituais deixando de provocar sequer a conhecida sensação de formigamento. Baseia-se na combinação da corrente elétrica com a emissão elétrica natural do corpo, fazendo com que as células sejam ativadas diretamente, trabalhando na sua regeneração e aumento da produção de elementos que combatem a flacidez, como o colágeno natural”, explica Larissa, citando, ainda, outras vantagens do tratamento. “Funciona não somente como combate à flacidez, como também em processos de reparação do tecido e da pele, cicatrização de acne e melhora de estrias”.

9 – MICROAGULHAMENTO: ‘ACUNPUNTURA MAIS INTENSA’
O microagulhamento é uma espécie de acupuntura um pouco mais intensa. Segundo a dermatologista, a técnica é feita com um rolo de cerca de duzentas pequenas agulhas que se aplicam na pele. “As agulhas provocam pequenos furinhos na pele, que fica com alguns pontos de sangue, processo conhecido por afetar diretamente na vasodilatação e na consequente produção de colágeno. Muito utilizado contra a flacidez, acne quando não ativa, melasma e até mesmo cicatrizes”, conta a profissional.

10 – CORRENTE RUSSA FORTALECE O MÚSCULO
A corrente russa, segundo a especialista, é um dos procedimentos de combate a flacidez através de corrente elétrica. “Nesse caso em específico, trabalhando diretamente no músculo e na sua resistência e cuidado. Essa corrente cuida diretamente dos benefícios de tonificação, diminuindo a flacidez e garantindo estética sem celulites ou rugas, funcionando como tratamento para flacidez muscular”, explica. Entre as vantagens, além do combate à flacidez, também estão o fortalecimento e a resistência dos músculos.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *