Causas dos problemas sexuais masculinos

Quais são as causas?
Quando se trata de “colapsos” apenas, eles geralmente estão relacionados a fatores psicológicos. Em nossa sociedade, o homem deve se apresentar sexualmente. A ansiedade de não estar em pé, o medo do fracasso e o estresse estão frequentemente envolvidos. Falta de desejo também. “O colapso faz parte da vida sexual normal”, diz Pr Desgranchamps. 

A disfunção erétil pode ter várias causas:  
fatores psicológicos estão frequentemente em primeiro plano. Depressão, problemas de relacionamento ou auto-imagem ruim podem ser suficientes para causar disfunção erétil. O medo do fracasso às vezes é tal que o homem prefere evitar a relação sexual. O diálogo com o parceiro, médico, psicoterapeuta ou sexólogo pode ajudar a desbloquear a situação. 
Uma síndrome metabólica (estilo de vida sedentário responsável pela hipertensão, hiperglicemia, dislipidemia) e hipercontratilidade muscular pode levar à disfunção erétil e distúrbios miccionais. 
Alguns pacientes submetidos à cirurgia de próstata podem apresentar problemas de ereção. 
Andropausaprovoca uma queda na testosterona, que pode ser responsável pela disfunção erétil. 
Condições como pressão alta, diabetes ou aterosclerose são frequentemente associadas a um problema de ereção. Diabetes é a principal causa de impotência em homens com mais de 50 anos. 
O tabagismo diminui as habilidades sexuais e pode se tornar um fator agravante da disfunção erétil, aumentando o risco de aterosclerose, assim como o abuso do álcool, que causa uma queda na testosterona. 
Muitas drogaspode interferir com a capacidade de atingir ereção ou orgasmo: aqueles prescritos para pressão alta, colesterol ou problemas cardíacos, depressão, ansiedade ou doença de Parkinson, distúrbios da próstata, mas também alguns diuréticos. Nunca pare seus tratamentos por conta própria, na esperança de recuperar a força! Se a disfunção erétil se desenvolver dentro de alguns dias ou semanas após o início de um novo tratamento, peça conselho ao seu médico. Ele pode ser capaz de alterar a dosagem, prescrever outro medicamento, dar-lhe conselhos de estilo de vida para melhorar a situação ou, por vezes, prescrever um tratamento da disfunção erétil para compensar esse efeito colateral.


Como os fatores envolvidos são muitas vezes psicológicos, não hesite em consultar um profissional de saúde (psicólogo, sexólogo …)  
Perder peso e praticar atividade física ajudam a evitar problemas de ereção. 

Existem também diferentes tratamentos 

Injeções intra cavernosas
A auto-injeção intravenosa envolve injetar-se no pênis uma substância destinada a causar uma ereção. Essas injeções não causam dor. Este tipo de tratamento é geralmente usado em pessoas para quem a terapia oral tem se mostrado ineficaz. Em 90% dos casos, a ereção obtida permite a penetração por até uma hora. A primeira injeção deve ser realizada pelo médico no consultório médico para determinar a dose apropriada e aprender o gesto da injeção. 

Tratamentos adjuvantes para disfunção erétil
Essas drogas, destinadas a serem tomadas a longo prazo, são mais antigas e contêm uma substância vegetal, a ioimbina. Eles devem ser tomados todos os dias e seu efeito pode aparecer somente após várias semanas de tratamento. Eles são mais raramente usados ​​do que drogas antes do coito. 
Injeções ou adesivos de testosterona podem ser oferecidos em caso de andropausa. 
As próteses penianas podem ser usadas como último recurso.

E se caso você continuar sofrendo com problemas sexuais temos um estimulante que pode te ajudar, ele se chama Lib Power.

5 dicas para melhorar a vida sexual em casal

1 Você se torna um cinegrafista (ou espectador)

Fazer uma sextape  ? E porque não! Você está no topo do seu físico (sem exercer pressão, o corpo envelhece a partir de 25 anos para complexados ou não, você é mais bonita hoje do que amanhã, para resumir) e seria uma vergonha para morrer estúpido. Confiança! E se você está assustado com a idéia de mostrar fora de seus três costelas, ou se você tem medo que o seu homem não colocar on-line o fruto de suas palhaçadas no PornHub vingança dia em que sair, ir para uma cura de filmes erótico ou pornográfico. Algumas sugestões: O secretário (para o spanking), Tampopo (para alimentos), 9 semanas ½ (para perversão), Amante (para a sensualidade)50 tons de cinza (para o desapontamento) … A lista é longa! 
O resultado: ver que para alguns, ficar no ar é uma arte, uma atividade em tempo integral ou um delicioso desvio pode ser muito inspirador.

Se você precisa de algumas dicas assim acompanha o blog da cis, um blog repleto de dicas de como acabar com os problemas sexuais.

2 Alguém está interessado na prática do Tao (e mais se afinidades)

O Tao: esta palavra é familiar para você há muito tempo, mas, francamente, você se senta na frente do seu parceiro nu, acaricia por horas sem esperar por nada, é um conceito vago para você. É hora de você comprar um bom guia e mostrar ao seu homem as alegrias e o mistério do orgasmo sem ejaculação, e o ato sexual de longa duração. No caminho, faça um desvio por uma exploração completa do ponto G e prepare-se para trazer à tona a fonte da mulher que dorme em você. 
O resultado:além de provavelmente mudar as folhas, nós reeducamos sexualmente e aprendemos mais do que nunca sobre o corpo dele, o de seu parceiro e as possibilidades infinitas da sexualidade. Um programa inteiro.

3 Ousamos dramatizações

jogo de role-playing , não é necessariamente um disfarce ridículo (embora disfarce francamente ridículo pode funcionar bem). Se você não quer jogar a “colegial”, ou o dominador histérico, teste a dramatização psicológica. Para isso, vá por exemplo em um bar desconhecido, com o seu cara. Quando ele cumprimentá-lo, encontrá-lo e mudar seu nome, agente secreto em missão. O resto do personagem é criado por ele mesmo, muito naturalmente, e você é o comissário do Quai d’Orsay seguindo os passos de um perigoso bastardo. 
O resultado:dormir com a outra metade na pele de outra pessoa pode permitir que você faça coisas que você nunca ousaria fazer na vida real. Prática, se não assumirmos na manhã seguinte, nós culpamos “ela”: é loucura como é um catin fã de surra, Senhora Comissária!

4 dormimos nus

Dormir nu a muitas virtudes: Enquanto alguns estudos indicam que pode reduzir a diabetes (estranho, mas é verdade), dormir na roupa de Eve permite especialmente conectar-se ao corpo do outro, enquanto aumenta sua autoconfiança. 
O resultado: nos aproximamos, nos sentimos lindos, os corpos roçam um no outro … Em suma, nos tornamos uma bomba sexual. O que mais você pode pedir?

5 Nós vamos para o hotel

Ok, pode ser caro, mas aquele que faz economias nas costas de seu casal é muito maltratado. O hotel é o lugar ideal para transar sem pensar em outra coisa senão sexo , exceto, eventualmente, o banho que tomamos juntos depois. A oportunidade também de optar pelo código de vestimenta Marilyn, em roupão branco o dia todo. O que faz as donas de casa enlouquecerem no modo NÃO PERTURBAR sem parar. Nós só saímos deste esconderijo para comprar champanhe e batatas fritas, e continuamos a fazer amor e tomar banhos de novo e de novo. 
O resultado: temos que esquecer que temos filhos / um trabalho / uma família / e lavanderia para fazer no apartamento. Felicidade, o que.

Como Aumentar o Pênis e Controlar a Ereção

Como Aumentar o Pênis e Controlar a Ereção

Como eu descobri um antigo Método Caseiro que DESTRUIU MINHA EJACULAÇÃO PRECOCE em poucos dias, de forma totalmente natural.

Isso é tudo o que o seu corpo precisa para ELIMINAR definitivamente a Ejaculação Precoce da sua vida!

Uma fórmula caseira natural, muito simples e eficaz! Você nunca mais vai passar vergonha na cama…

Comece agora a curar sua ejaculação precoce e satisfazer sua mulher!

5 EXERCÍCIOS PARA AUMENTAR O PÊNIS + EXERCÍCIOS PARA CONTROLAR SUA EREÇÃO.

COMECE AGORA A CURAR SUA EJACULAÇÃO PRECOCE E SATISFAZER SUA MULHER!

Categorias Relacionamento, Saúde e Bem-Estar
Descrição Avaliações (0)
Descrição
Como Aumentar O Pênis E Controlar A Ereção.
Como aumentar o Pênis e controlar a Ereção. Antes de mais nada eu preciso te contar como eu descobri um antigo Método Caseiro que DESTRUIU MINHA EJACULAÇÃO PRECOCE em poucos dias, de forma totalmente natural.

Isso é tudo o que o seu corpo precisa para ELIMINAR definitivamente a Ejaculação Precoce da sua vida!

Uma fórmula caseira natural, muito simples e eficaz! Você nunca mais vai passar vergonha na cama…

Os exercícios para evitar a ejaculação precoce é uma forma totalmente natural e caseira mais eficaz, segura e saudável de manter uma relação satisfatória com seu parceiro (a).

Os exercícios para evitar a ejaculação precoce são os melhores e mais saudáveis que qualquer medicamento que você pode encontrar no mercado.

Existem técnicas já definidas que podem ajudar no controle da ereção, bem como melhorar este problema.

Estas técnicas foram especialmente concebidas para ajudar você a aumentar sua potência sexual e ajuda-lo a recuperar a confiança em si.

Leia também: Como aumentar o pênis de verdade

Comece agora a curar sua ejaculação precoce e satisfazer sua mulher!

Frequentemente se você tem esses sintomas:

Dificuldade de segurar uma ereção com menos de um minuto de penetração;
Inabilidade de retardar a ereção durante o ato sexual;
Estresse, frustração e o ato de evitar intimidade sexual com o parceiro.
Então está na hora de tratar de forma natural, simples e eficaz.

Enfim, descubra como homens comuns estão durando mais de 30 minutos na cama, afinal você merece curar esta ejaculação precoce e deixar seu relacionamento mais feliz.

Os cinco segredos do emagrecimento saudável

Os cinco segredos do emagrecimento saudável

O maior desafio para quem quer emagrecer é encontrar uma forma de perder peso com saúde. O que não faltam hoje são métodos que prometem milagres. Muitos deles realmente fazem a pessoa perder muito peso em pouco tempo. No entanto, não se trata de um emagrecimento saudável. Além de a gordura voltar com facilidade, o corpo fica fraco.

Foto: DINO
Se você deseja emagrecer com saúde, saiba que existem alguns segredos para isso. Conheça 5 dicas extremamente importantes para a sua perda de peso. Ao aplicá-las você verá que poderá perder peso com alegria e motivação.

O básico do emagrecimento

O primeiro passo é entender como funciona o processo de perda de peso. É fácil entendê-lo. O nosso corpo precisa da energia dos alimentos para se manter ativo. Essa energia vem das calorias. Então quando consumimos mais calorias do que precisamos, o corpo tende a acumulá-las em certas regiões do corpo. Para emagrecer, precisamos queimar essas calorias acumuladas. E só há um jeito de fazer isso: gastando mais energia do que consumimos.

Mudanças graduais

A calma é parceira do emagrecimento saudável. Quando se acelera o processo, o corpo se torna fraco e desmotivado. Se você pegar pesado nos exercícios, pode até sofrer uma lesão. Não é possível manter uma dieta assim por muito tempo. Por isso é extremamente importante fazer mudanças graduais.

Leia também: Fit Mzt funciona

Se você não é acostumado a correr, não corra durante 30 minutos seguidos. Comece com 10 e vá aumentando aos poucos durante os dias. Se você costuma consumir 2.500 calorias por dia, não passe a consumir 800. Baixe para 2.000, depois para 1.750… Essas pequenas mudanças fazem uma grande diferença em longo prazo.

A alimentação correta

Se você começar a praticar exercícios e continuar comendo o que come, poderá até perder peso. Mas não podemos dizer se você terá saúde. O ideal sempre será combinar uma alimentação correta com a prática adequada de exercícios. E quando falamos em alimentação correta estamos falando de vegetais, frutas, carnes magras, etc.

Leia também: Phytophen emagrece

Evite produtos industrializados, pois eles contêm uma grande quantia de sódio, que tende a inchar nosso corpo. Evite também doces, massas e farinhas processadas. Reduzir o carboidrato é essencial, pois esse macronutriente nos garante gordurinhas a mais.

A rotina de exercícios

Em relação aos exercícios, o importante não é o quanto você faz por dia, e sim por quantos dias você faz. Não adianta correr muito durante um mês e depois abandonar a prática. Mais importante é criar uma rotina, nem que seja de poucos minutos. O corpo irá se adaptar a esse novo hábito. Escolha exercícios que sempre motivarão você, como caminhadas, bicicleta, aeróbica, etc.

Termogênicos Naturais

Leia também: Kifina Anvisa

Os termogênicos, como as capsulas de emagrecimento SlimCaps, são compostos 100% naturais que ajudam no emagrecimento saudável, pois atuam diretamente em substâncias que queimam gordura no corpo, acelerando o metabolismo.

Estas cápsulas, que podem ser tomadas de dia ou de noite, usam a gordura como energia, aumentando o foco, além de prevenir o corpo de celulite e do envelhecimento.

Clareamento dental: conheça a técnica que deixa os dentes mais brancos

Clareamento dental: conheça a técnica que deixa os dentes mais brancos

Dentistas indicam o tratamento e explicam o procedimento para clarear os dentes

Clareamento dentário é um procedimento estético que exige alguns cuidados.

Ter um sorriso perfeito é sinônimo de dentes brancos. Mas a cor dos dentes sofre algumas alterações e, ao longo da vida, podem ficar amarelados. Para resolver o problema, fazer clareamento pode ser a solução.

“O clareamento dentário é indicado para indivíduos jovens e adultos que apresentam alterações de cor na coroa dental (esmalte do dente) e cuja percepção é feita pelo próprio indivíduo”, diz a Dra. Rosane Menezes Faria, dentista da Caixa Seguradora Odonto

Segundo a especialista, as causas de alteração de cor no esmalte dos dentes podem ser por fatores endógenos (internos) ou exógenos (externos).

“As alterações endógenas ocorrem na época da formação dos dentes, como por exemplo a fluorose e o uso abusivo de tetraciclina, e as causas exógenas, ocorrem após erupção dos dentes, seja por fatores externos, como exposição a substâncias como chá, café e cigarro e traumas dentais”, completa a dentista.

Técnicas de clareamento dental
O procedimento é meramente estético, mas é preciso sempre seguir as recomendações do dentista. Aos pacientes com dentes sensíveis, por exemplo, o recomendado é que seja realizado um tratamento para controle da sensibilidade antes de partir para o clareamento dental.

“Inclusive, se o paciente se queixar de sensibilidade durante o tratamento clareador, existem métodos que são conduzidos pelo profissional, com o uso de fluoretos ou o selamento das regiões expostas que causam a sensibilidade”, afirma a odontologista da Quallis, Taciana Anfe.

As técnicas de clareamento mais utilizadas nos consultórios de dentistas brasileiros são:

Técnica de clareamento caseiro: utiliza-se moldeira com agente clareador, normalmente uso noturno;
Técnica de clareamento em consultório: pode-se utilizar ou não o laser, o qual é responsável por acelerar o processo de clareamento;
Técnica mista: faz-se uma parte em casa e complementa com lazer em consultório.
Cuidados após o clareamento dental
Por ser um tratamento estético realizado com o uso de peróxidos, que tornam os dentes mais brancos, é preciso tomar alguns cuidados. “O paciente deve manter uma boa higiene e não exagerar no consumo de bebidas corantes, como café, vinho tinto e refrigerantes à base de cola, por exemplo”, recomenda a Dra. Taciana.

O tempo total do procedimento de clareamento dental é variável, mas, em média, dura três semanas. Quando o clareamento é realizado da maneira adequada, a cor adquirida pode se manter por anos, mas outros fatores externos também podem afetar o resultado do tratamento ao longo do tempo.

Alguma alteração na cor dos dentes e manchas superficiais podem ser provocadas pelo uso de cigarro ou ingestão frequente das bebidas já citadas. Mas seis meses após o procedimento já é possível realizar os chamados retoques.

Leia também: WhiteDent funciona

Uma das maiores preocupações de quem busca o clareamento dental é que os dentes tornem-se porosos, doloridos e enfraquecidos. Mas segundo especialistas, isso é um mito.

“O dente pode ficar mais sensível, mas não poroso, dolorido ou enfraquecido. Isso ocorre porque os poros ou canalículos ficam abertos para que o gel clareador libere as moléculas de pigmento que estavam impedindo a luz de passar. Mas este procedimento não corrói o esmalte do dente”, afirma a dentista Rosane Menezes Faria.

 

Andropausa afeta no desempenho sexual do homem?

ANDROPAUSA ou ADAM (Malnutrição Androgênica Masculina)

É uma doença bastante comum que afeta um efeito negativo significativo sobre a sexualidade masculina e, consequentemente, a qualidade de vida não só do homem, mas também sua existência copia. Já negado pelos médicos por um longo tempo, literalmente significa: parar ou diminuir por do macho da produção de andrógenos, e entre estes especialmente de testosterona livre.

A menopausa para a fêmea é a parada abrupta da produção dos hormônios femininos (estrógenos e progesterona). Nas mulheres, é um evento fisiológico normal em uma determinada idade (cerca de 50 anos). No homem, a andropausa é um evento patológico ligado sobretudo à insuficiência de hormônios androgênicos pelos testículos e ao envelhecimento precoce do aparato genital masculino. Enquanto nas mulheres a parada dos hormônios femininos é quase total, no homem há apenas uma diminuição na produção de andrógenos de cerca de 50-70% em relação ao “jovem macho” e não ocorre em todos os homens, mas apenas em uma variável de 10 a 50% dos homens entre 40 e 50 anos. Por volta de 65-70 anos e mais, no entanto, a andropausa é muito mais frequente. Se você acha que na Itália os 60 anos são 12% da população,

A andropausa também depende do fracasso de receptores hormonais de andrógeno: para a mesma deficiência hormonal pode ter tão andropausa mais ou menos rigorosos assim é alterar a sexualidade (diminuição da libido-drive sexual, com as mudanças de humor ou alegria de viver do indivíduo, da pele, da disposição da adipos e do cabelo …). Ele também deve considerar que uma conta é um fisiológico (modesto) declínio na sexualidade e poder que chega através dos anos, uma coisa é sim uma queda grave como pode ocorrer especialmente se você têm surgido com o avanço da idade também doenças crônicas (cardiovasculares, neurológica, sistêmica) ou seu tratamento terapêutico,

sintomatologia

Cerca de metade de todos os pacientes em uma andropausa têm déficits de ereção sexual e uma diminuição nas ereções involuntárias ao despertar, e a ejaculação permanece, embora às vezes reduzida em volume, com o orgasmo atenuado 

Saiba mais sobre o Destruidor de Ejaculação precoce.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito através da execução da dosagem hormonal de hormonas de androgênio: entre estes, o mais importante é a testosterona livre (TL) (que é o que biologicamente ativo), enquanto que a testosterona total é ligado a um “carrier” PROTERINA (transportador de sangue) SHBG 
O TL é dosado em picogramas (Pg): uma dosagem aos 25 anos de idade abaixo de 24 Pg, aos 50 anos abaixo de 18 Pg, e aos 60 anos com menos de 11 Pg é patológica.
O TL diminui em 1,2% para cada ano a partir dos 20 anos de vida. Aos 50 anos, um homem em média perdeu 40% do que produziu aos 20 anos. No homem existe uma taxa de produção primária no dia disse circardiano precisamente no sentido de que a produção é superior tem de madrugada (manhã), enquanto é menor à noite (isto explica a maior frequência de ereções involuntárias notáveis ao despertar).

Em andropausa, como mencionado, há uma diminuição da testosterona livre , enquanto aumenta a concentração de SHBG , a proteína transportadora que a liga torna a testosterona total inativa. Há também um aumento gradual na dosagem dos hormônios hipofisários LH e FSH, respectivamente, como resposta à deficiência de produção de andrógenos e diminuição da fertilidade masculina.

Paralelamente, os receptores hormonais são alterados e se tornam menos eficientes biologicamente. Gradualmente, no entanto aumenta a taxa da hormona feminina estrogênio (normalmente produzido em taxas muito baixas em homens normais) como um resultado da transformação de uma certa quantidade de androgênios pela ação “de atomatar”, em estrogênio 

sintomas 

Os principais sintomas de extra sexual Andropausa são: perda de tom , diminuição do entusiasmo na vida e no trabalho e fadiga que pode levar a uma espécie de depressão. O homem na andropausa é frequentemente pessimista e de mau humor e reage menos às tensões normais da vida, cria problemas para tudo, torna-se mais suscetível e triste. Isso acontece porque a diminuição dos andrógenos diminui a atividade da MAO (mono-amino-oxidase) cerebral, por sua vez inibida pelo aumento da taxa de hormônios estrogênicos típicos da senescência masculina. Com a terapia de reposição hormonal androgênica, muitas vezes há uma reversão dessa sintomatologia “nervosa”.

Homem facilmente andropausa em 3-4 anos peso aumente (cerca de 5-10 kg) para aumentar delebilidade para nivelar coxas, abdômen e nádegas. É cada vez mais feminina curta, ambos causas de ação induzida pelo estrogênio, seja por causa da mudança dos hábitos alimentares típicos do homem, na verdade ansioso, estressado, deprimido comer mais “açúcares rápidos” (chocolates, doces, bolos) nas despesas com proteína perda de massa muscular e aumento paralelo na massa de gordura corporal. Outros sintomas andropausa são os mais cansaço (físico e músculos, mas especialmente intelectual), os distúrbios do sono e memória(em particular eventos recentes), as vezes surgindo de desconfortável sensação de angústia-desconforto com relação a eventos normais da vida, de modo que o homem em andropausa em vez de agir muitas vezes se refere ao que ele havia planejado anteriormente.

Existem também distúrbios urinários relacionados aos efeitos da deficiência androgênica na inervação da bexiga; há também múltiplas dores musculares articulares (ombros, cotovelos, mãos, quadris, joelhos, costas, pescoço), apenas suscetíveis de melhora temporária com terapias anti-inflamatórias comuns se a deficiência de hormônio andrógeno não for corrigida. Outros sintomas do homem na andropausa são a transpiração anormal (desordem termorreguladora que é dependente de hormônios), distúrbios otorrinolaringológicos como a congestão crônica das vias nasais, a tendência à anemia . 

Sintomas sexuais de Andropausa

Distúrbios em vez de sexualidade na andropausa são devido à perda progressiva da libido: o homem que fez sexo 2-3 vezes por semana, ele se contenta em fazê-lo 1-2 vezes por mês devido a “uma diminuição no desejo de as mulheres em geral e a visão do corpo do parceiro, tornando-se sexualmente mais “serenas” e quietas pelo gradual desaparecimento dos impulsos sexuais. As ereções tornam-se menos frequentes e menos “eficazes”uma vez que aumenta o tom alfa-adrenérgicos é fundamental que o efeito da adrenalina na vasoconstritina artérias cavernosas penianas, ou seja, das artérias que mais contribuem para a entrada de sangue durante uma ereção quando normalmente deve vasodilatarei, pelo que o pênis mantém-se flácido. A deficiência de hormônios androgênicos induz uma indiferença cérebro a estímulos eróticos como a testosterona atua tanto Salles artérias cavernosas, tanto em terminações nervosas do pênis capazes de transmitir a informação de prazer do cérebro masculino.

Como agora consolidada, a impotência tem múltiplas causas: psicológica, vascular, neurológica e hormonal; andropausa é, por conseguinte, uma causa contributiva de disfunção eréctil maduro-idade do homem (lentidão na obtenção de uma ereção, nunca inteiramente válida, a instabilidade do mesmo perda, súbita após o orgasmo, e ereção fase refractário negativa entre o mais e mais tempo). Se a disfunção sexual, “indiferença”, é apenas secundária à andropausa (evento raro), a administração de hormônios andrógenos reverte dentro de algumas semanas e o homem se torna normalmente “excitável”.

Na andropausa existem também distritos de ejaculação: redução do poder de expulsão de esperma, do volume do mesmo, diminuição da frequência dos choques orgásticos, redução ou até ausência do orgasmo. A redução da andropausa libido do indivíduo é para com todas as mulheres, não só para o seu parceiro, que é o caso no que diz respeito à indiferença sexual causada por desgaste da relação do casal (talvez devido a uma menopausa Preferências também sofre em momentos de secura vaginal para a qual a penetração se torna particularmente difícil e às vezes dolorosa). Paralelamente, é uma resposta atenuada para as estimulações psico (fantasias eróticas) -visite, e menor sensibilidade à estimulação táctil do pênis, que tenham efeito devem ser mais intensa, segue-se que o pênis “rigidez” diminui. Portanto, especialmente entre os monogâmicos (que não têm a oportunidade de se “autoavaliarem” com outros parceiros), surge uma disposição para verificar sua virilidade com testes diagnósticos. Às vezes, a andropausa é iatrogênica, isto é, secundária à ingestão de drogas que bloqueiam o efeito dos andrógenos no nível de seu receptor.

Existem muitos medicamentos que ocupam os receptores de andrógenos:. O anti-úlcera, anti-depressivos, drogas anti-ansiedade, anti-androgênios (como capaz como acetato de ciproterona e os análogos da LHRH causam castração química em casos de cancro da próstata 
Alcoolismo constantemente diminui a quantidade de testosterona produzida pelos testículos. reiteramos que uma conta é um declínio fisiológico na sexualidade e poder nos idosos, uma conta em vez de uma alteração grave da sexualidade “in toto”, como muitas vezes acontece na presença de várias patologias crônicas que se desenvolvem progressivamente no envelhecimento masculino (aterosclerose, diabetes, tensão arterial elevada, etc.) e diferentes terapias efeitos “iatrogénicas” utilizada para o cuidado da mesma. 

É um problema sexual ou problema de casal?

É um casal ou problema sexual?

Muitas vezes encontramos duas atitudes prevalentes no conflito do casal:

  • Ele : fazer amor é um meio para alcançar a paz;
  • Você : redescobrir a paz é uma premissa indispensável para fazer amor.

Comunicação casal

As pessoas que falam fazem duas coisas:

  1. A informação é transmitida direta e verbalmente;
  2. Eles continuamente definem (de maneira disfarçada) seu relacionamento existente. Além das palavras, são utilizados canais de comunicação não verbais, tom de voz, olhar, postura corporal, proximidade, expressões faciais.

Em um relacionamento de casal funcional, os participantes passam tempo falando explicitamente sobre seu relacionamento e resolvendo conflitos. Então, se há algo mais que nos perturbe, a melhor coisa é falar com ele, em vez de se comportar de maneira a fazê-lo entender, porque não é de modo algum dito que isso acontece.

 

Conflito e casal diálogo

Um casal é tão vital como a maioria sabe como viver o conflito como uma oportunidade para a discussão e mudança em seu relacionamento, mas muitas vezes há o temor de que o casal destruir o conflito em si e prefere sobreviver em insatisfação ao invés de arriscar uma mudança.

A comparação é evitada quando:

– nega o inconveniente;

– a comunicação é interrompida em todas as áreas críticas;

– o conflito é transferido para outros aspectos: você luta por tudo, menos pelo seu jeito de estar junto;

– o outro é culpado.

A comunicação ambígua

Comunicação ambígua é o resultado de dificuldades e mal-entendidos. Se com as palavras é fácil mentir, é muito mais difícil com a comunicação não-verbal (nosso corpo envia, sem o nosso conhecimento, uma série de mensagens que inequivocamente sinalizam aos outros como nos sentimos e o que realmente pensamos, além disso que estamos dizendo em palavras).

Quem começou primeiro?

Uma situação que muitas vezes ocorre em casais diz respeito a este ponto: uma das duas afirma que o outro não está disponível para as relações sexuais, de modo que um não se aproxima por medo de ser rejeitado, o outro afirma não ter desejo porque o parceiro não se aproxima, estabelecendo assim o famoso círculo vicioso. Qual é o certo? Ambos e ninguém ao mesmo tempo. Para sair dessa espiral de atribuição de culpa, é preciso considerar o comportamento de uma pessoa não apenas como uma resposta apropriada à dos outros, mas também como um estímulo ao comportamento das pessoas à nossa volta. Isso significa olhar as coisas do ponto de vista das conseqüências futuras, e não das causas passadas. Precisamos procurar novas soluções para problemas antigos.

Maturidade no casal e sexualidade 

É necessário entender se o casal tem dificuldades mais gerais ou problemas específicos relacionados à atividade sexual.

No caso de um problema sexual específico, será necessário prosseguir com uma intervenção voltada principalmente para a área sexual.

No caso de uma insatisfação mais geral, geralmente precisamos considerar o relacionamento ou o outro parceiro. As causas podem ser muitas: transtornos psiquiátricos (depressão, abuso de álcool) ou médicos (doenças físicas), problemas não resolvidos com a família de origem, aspectos culturais, religiosos e étnicos influenciam as atitudes e comportamentos sexuais. Se houver uma desarmonia ou ressentimento geral que impeça a pessoa de desfrutar da interação física, pode haver uma aversão ao contato físico e sexual.

A maturidade relacional consiste em saber como viver plenamente sua idade e relacionamentos, desfrutando de suas alegrias e superando as dificuldades envolvidas. A maturidade não é um ponto de chegada, não é estabilidade e equilíbrio, mas sim a capacidade de mudança contínua na busca de novos equilíbrios.

O casal tem que ser uma empresa dinâmica que é construída dia a dia e cada passo dessa experiência relacional é ao mesmo tempo de chegada e ponto de partida onde você precisa de reinventar o futuro: isto aplica-se ao tempo em que sabemos, por apaixonar-se, noivado, casamento, nascimento de filhos, separação de filhos, morte.

Conheça o produto que esta acabando com os problemas sexuais dos homens, ele se chama Max Gel.

Vencer juntos ou perder juntos

Uma pessoa que ataca o outro deve pensar que, mais cedo ou mais tarde, ele será atacado. Quem executa um gesto de arrogância tem uma vantagem imediata, mas não parece levar em conta o equilíbrio geral das desvantagens que derivam da espiral de retaliação que ele mesmo desencadeou.

É útil ser colaborativo e cooperativo. Ser cooperativo não significa permitir ao outro qualquer coisa, mas uma atitude que permita a sinceridade e a previsibilidade do outro; o outro não é um inimigo a ser morto, mas um parceiro com quem compartilhar os lucros do empreendimento comum.

 

Como superar os problemas sexuais mais comuns

Diminuição da libido, disfunção erétil, bloqueios psicológicos … Dificuldades podem rapidamente se transformar em conflito em um casal. Com a ajuda de sexólogos, aqui estão vinte dicas para encontrar prazer e harmonia sob o edredom.

O desejo é essencial para uma sexualidade satisfatória, mas nem sempre é fácil preservá-la em face de mal-entendidos rotineiros que se resolvem ou da doença.

Quer saber mais sobre um produto que realmente acabar com esses problemas? Venha conhecer o Forteviron

Nós não temos tempo para fazer amor

Com semanas exaustivas, para correr entre o trabalho, as crianças e as tarefas domésticas, não há muito espaço para a ninharia.

O conselho de nossos sexólogos

  • “O casal é uma entidade em si que deve viver para si na família”, diz Joelle Mignot. Então, (dica nº 1) por que não tomar conta e reservar uma festa ou um fim de semana para dois?
  • Você também pode desligar a TV e ir para a cama mais cedo (Dica # 2) para verificar se os sentidos ainda estão acordados.
  • Se o cansaço é demais, Carlotta Munier oferece “estrela do mar” (dica nº 3): um se deixa acariciar pelo outro, sem se mexer. “Não significa ser passivo, mas sentir aquele carinho, sem colocar outros desafios. Também pode haver uma penetração, na colher, deitada de lado. E se adormecermos, isso também é bom. “

    Ele (ou ela) tem mais apetite sexual que eu

    Para Carlotta Munier, “querer fazer amor sistematicamente ao mesmo tempo é uma ilusão”. Nem sempre é fácil encontrar o negócio certo.

    O conselho de nossos sexólogos

    • Para despertar o desejo, você tem que ser capaz de apresentar seus argumentos: seduzir, empacotar, sonhar (dica n ° 4).
    • Mas se o arrulhar não tem nenhum efeito, Carlotta Munier convida todos a questionar (dica 5): “Se é o homem que tem mais vontade de fazer amor do que a mulher, é um desejo real de compartilhar ou uma simples necessidade de relaxamento e satisfação rápida? “

    De sua parte, Madame tem o direito de dizer não. Não muito frequentemente … Ou, cabe a ela perguntar a si mesma: ela foge do sexo? Por outro lado, alguns se sentem obrigados a responder a todos os pedidos, com relutância: “Mas, neste caso, eles correm o risco de se tornarem amargos e, a longo prazo, de pagar o outro”, diz Carlotta Munier.

    Com o tempo, nossa relação se espalhou

    Ao longo dos anos, até os casais mais íntimos estão à procura de roupas. Para evitar ficar entediado, é necessário um mínimo de vigilância.

    O conselho de nossos sexólogos

    • Carlotta Munier sugere “erotizar o cotidiano” (dica nº 6), que começa com coisas simples como “aproveite o tempo para tocar um ao outro, para sentir o cheiro do outro”. Dormindo nu! E comece a beijar novamente a boca cheia, o beijo sendo um verdadeiro começo de desejo.
    • E para reacender a chama: lugar para a imaginação! (dica # 7) “Quando o desejo é entorpecido, ele precisa de surpresa e imprevisibilidade. Por que não inventar cenários, dar a si mesmo um horário de cinco a sete, brincar com sextoys, ler livros eróticos juntos? “ Ainda propõe o sexólogo.

    Se a abstinência vem acontecendo há muito tempo, considere a ajuda de um terapeuta. “Quando um casal me consulta para este tipo de problema, tento ver o que resta da sua privacidade. Eu tento mostrar a eles que eles esqueceram uma parte inteira de suas vidas e que essa vida é essencial para eles ”, explica Joëlle Mignot. A partir daí, todos falam sobre o que ele gosta na sexualidade, os gestos que o fizeram feliz, tantas molas positivas em que o casal poderá confiar para reviver a máquina (sexo) (dica 8).

    Desde a sua infidelidade, estou preso

    Ter sido enganado afeta profundamente a confiança no outro. Pegar as peças é sempre difícil.

    O conselho de nossos sexólogos 

    • Depois do adultério, a sexualidade não está necessariamente paralisada. “Às vezes a rivalidade pode reviver o desejo na pessoa que foi enganada, no desejo de reconquistar e mostrar que ela é a pessoa certa”, diz Carlotta Munier. Ela aconselha, acima de tudo, a ser ajudada por um casal terapeuta, porque o sofrimento é muitas vezes intenso (dica nº 9).
    • Para Joëlle Mignot, devemos entender o terreno, as razões que levaram a esta situação  : “É um sinal de alerta, um verdadeiro desencanto ou uma profunda insegurança que leva os parceiros a enganar permanentemente? Ela se pergunta. Dependendo do grau de aceitação de cada um, decidirá continuar juntos ou não.

Conheça 5 tratamentos para impotência sexual

Conheça 5 tratamentos para impotência sexual

Os distúrbios de ereção costumam deixar os homens bastante preocupados. Além de serem muito comuns, esses problemas afetam a vida sexual dos homens de forma decisiva, dependendo da intensidade e da frequência com que se apresentam.

A melhor solução para os distúrbios de ereção é procurar ajuda especializada em uma clínica de andrologia, com profissionais habilitados para tratar da saúde sexual masculina.

Veja a seguir 5 tratamentos para impotência sexual!

1. Os diferentes tratamentos para impotência sexual
A medicina sempre pesquisa formas de combater e vencer os problemas de saúde, especialmente aqueles mais recorrentes e perigosos, como câncer, diabetes e impotência sexual.

Sempre se procurou um “Elixir Para Todos os Males”, que conferisse saúde completa, combatendo todas as enfermidades, sem apresentar efeitos colaterais. Infelizmente, a medicina ainda não atingiu esse patamar. Mas já é possível contornar e reverter diferentes problemas de saúde, inclusive os que afetam a saúde sexual masculina.

Os tratamentos para impotência sexual funcionam e podem amenizar ou reverter diferentes quadros de impotência. Porém, só os profissionais especializados podem sugerir e acompanhar o tratamento.

1. Os medicamentos orais
Os remédios orais são os mais usados para combater a impotência sexual. Alguns tornaram-se muito populares, sendo mesmo muito consumidos pela população masculina, o que não é recomendável.

Consumir remédios sem terem sido prescritos pelos médicos podem causar problemas e, em alguns casos, até agravar o caso clínico do paciente.

Na forma de comprimidos ou cápsulas, os medicamentos orais atuam como estimulantes do fluxo sanguíneo, contribuindo para manter o sangue concentrado nos corpos cavernosos do pênis.

Contudo, tomados em excesso ou durante um período muito longo podem apresentar efeitos colaterais, como priapismo (uma ereção contínua, sem desejo sexual e acompanhada de dor) e problemas do coração.

2. O implante de próteses
Outra solução é o implante de próteses penianas. A prótese é um dispositivo que é colocado no interior dos corpos cavernosos por meio de cirurgia. É um dos tratamentos para impotência sexual que só é aplicado em casos mais graves.

Assim, apenas quando outros métodos não funcionam, o médico pode sugerir o implante de prótese no pênis. Uma vantagem é que geralmente é um tratamento definitivo.

Existem dois modelos de próteses: inflável e semirrígida. O primeiro imita mais fielmente o pênis humano, pois se mantém flácido, alcançando a ereção somente na hora da relação sexual. A prótese semirrígida, por sua vez, permanece ereta o tempo todo.

3. As injeções
Outra solução viável é a aplicação de injeções penianas, ou seja, uma determinada substância é injetada diretamente no pênis.

Apesar de parecer um pouco assustador, esse método costuma surtir bons resultados e não é tão complicado, podendo o próprio paciente fazer a aplicação se tiver habilidade para a tarefa.

Leia também: Big Size é bom

4. A psicoterapia
Os tratamentos para impotência sexual acompanham as causas do problema. Assim, o médico precisa analisar primeiramente o motivo que causou o distúrbio, através de exames clínicos e/ou laboratoriais, para só então oferecer o tratamento mais apropriado.

Uma disfunção erétil grave geralmente está associada a fatores fisiológicos, mas os aspectos emocionais também precisam ser considerados. Muitas vezes, distúrbios de origem emocional podem gerar problemas no mecanismo eretor, como ansiedade, medo, estresse, baixa autoestima, preocupações, depressão, dificuldades no relacionamento com a parceira e outras coisas.

O tratamento psicoterápico pode ser individual, com um casal ou mesmo com vários casais (terapia em grupo).

5. A mudança de hábitos
Outra solução é recorrer à mudança de hábitos, deixando o sedentarismo, adotando uma alimentação mais saudável, praticando esportes e exercícios físicos.

Sexo está associado a movimento, à vida. Os exercícios físicos e aeróbicos ajudam a ativar a circulação sanguínea, deixam o organismo mais predisposto para atividades que exigem muito do corpo, ajudam a controlar a respiração e os batimentos cardíacos.

A adequada alimentação também favorece o desenvolvimento de boas ereções. É importante alimentar-se de verduras, legumes, frutas, alimentos com muita fibra, zinco, magnésio. Também é importante evitar alimentos muito gordurosos e com muito açúcar, já que as gorduras tendem a causar entupimento das veias, prejudicando a circulação do sangue.

Conhece outros tratamentos para impotência sexual? Está sofrendo com esse problema? Já procurou ajuda médica? Não deixe de fazer seu comentário!

Colágeno em pó ou hidrolisado???

Colágeno em pó ou hidrolisado???

Eu já ouvi muitos comentários sobre a perda de colágeno, que o nosso organismo após os 30 anos começa a diminuir a produção de algumas substâncias e uma delas é o colágeno.

Esta substância é importante para a firmeza e sustentação da pele, por isso que a medida que a idade vai passando a gente começa a criar os “bigodes chineses”, os “pés de galinha”, as rugas nas mãos, no rosto, no pescoço…

Hoje eu estava no supermercado esperando a fila e comecei a folhear uma revista Boa Forma (ela estava aberta, viu gente!!!), nela encontrei uma reportagem, pequenina sobre colágeno em pó..cheguei em casa e resolvi pesquisar sobre o assunto, achei super valiosa a informação e queria compartilhar com vcs, porque eu já estou precisando fazer uso!!!

” O colágeno hidrolisado serve para que as pessoas tenham uma melhoria nas suas articulações. Pode ser encontrado nas gelatinas, que por incrível que pareça, fazem muito bem à saúde. Já o colágeno em pó pode ser misturado ao suco e comprado na forma de suplemento, pois ajuda a enganar a fome e também a dar brilho nos cabelos, além de firmar a pele, evitando rugas e etc.

A gelatina é rica em colágeno hidrolisado,por isso é tão recomendada principalmente para os jovens, pois assim o corpo se acostuma com essa substância, ficando um bom tempo sem precisar de muitas coisas relacionadas à recomposição deste elemento no seu corpo. Algumas pessoas não sabem como tomar, mas podemos apenas misturar na nossa alimentação comum, principalmente nos líquidos.

Leia também: o que é Colágeno em pó

O colágeno em cápsulas é mais utilizado para as pessoas que possuem muita dificuldade para produzir colágeno no seu corpo e precisam disso urgentemente. São coisas como essas (colágeno hidrolisado) que podem impedir que o corpo produza rugas e também o envelhecimento da pele mais do que o normal, podendo assim deixar as pessoas mais saudáveis por muito tempo, como é desejado por muitos.

Leia também: Skin renov Anvisa

Todas as pessoas que possuem a necessidade de manter no seu organismo o colágeno hidrolisado não precisam se preocupar com os tecidos do seu corpo e nem mesmo com seus músculos e articulações. Na adolescência não há indícios se falta ou não colágeno, por isso, quando chegamos na fase adulta, precisamos fazer alguns exames para saber se realmente é necessário tomar algo relacionado a isso ou não.” (*)

“Sabrina Sato e Letícia Spiller aderiram ao colágeno em pó faz tempo, Claudia Ohana acaba de virar fã. O suplemento entrou no cardápio das atrizes que querem manter o corpo firme e o rosto jovem por mais tempo. E tudo indica que está dando super certo. Você também pode fazer o mesmo para adiar as ruguinhas. O colágeno é barato, prático (basta dissolver o pó na água), facilmente encontrado no mercado e sem contraindicação.